• Precisa de ajuda ?
    Entre em contato conosco pelo email contato@acervothai.com
Blog do Tigrão, Sobre Muaythai (TG)

Muaythai de verdade em Juazeiro, Bahia

Copie o link desta página: https://sobremuaythai.com/U767C

Hoje trazemos mais um pontinho no mapa do Muaythai no nordeste. Fiquei sabendo do trabalho do Mamuth através do seu aluno, João Gabriel, que lutou numa edição do Max Muaythai esse ano. Ano passado eu já o havia visto nocautear seu adversário num evento no interior do meu estado. Nessa oportunidade eu vi que o menino estava bem encaminhado, mas não sabia de quem ele era aluno. Troquei uma idéia com o Mamuth sobre como as coisas andam em Juazeiro, e trago pra vocês a entrevista.

Mamuth e seu aluno João Gabriel

Mamuth, qual teu nome, idade e equipe. Está no muaythai desde quando?
Uanderson Lopes, 32 anos, Thai Kombat Team Mamuth. Vim para Juazeiro de Salvador, a trabalho. Comecei em 1996 no kickboxing onde sou faixa preta 3º dan. No Muaythai estou desde 2001.

Como é o cenário do Muaythai na sua cidade?
Juazeiro é uma cidade no norte da Bahia. Não é perto nem da capital de Pernambuco nem da capital da Bahia, e isso é uma dificuldade, pois viajamos longe pra lutar. Nós sempre levamos o pessoal pra lutar em Alagoas, Pernambuco, Sergipe, pois aqui na cidade não tem eventos de Muaythai, só K1 e MMA.
Hoje o MMA é bem forte aqui. Inclusive eu até fiz algumas parcerias com outras equipes de jiu-jitsu para treinar a parte em pé, o que alavancou os atletas. Fora isso, existem outras equipes de Muaythai na região.

Fale um pouco dos seu atletas e principais conquistas da equipe
Trabalho com atletas para MMA e para Muaythai. Temos algumas conquistas, como campeonatos Baianos, tem o Joanderson Brito – campeão brasileiro de Muaythai amador (Brasília, 2016), o Jafel Filho que é dono do cinturão 57 kg do Shotoo, o Michel Pânico, que luta MMA de 61 Kg e é top 10 nacional na sua categoria e a Vina Janiroba, atleta da filial de Feira de Santana, que conseguiu assinar com o Invicta. Também contamos com o Renato Velame, atleta renomado e com lutas internacionais. Esses do MMA a parte de Muaythai somos nós que fazemos. Também temos alguns atletas nossos já viajaram pra Tailândia, tendo lutado lá no Max Muaythai.

Alunos em ação no Max Muaythai

Quais já foram para Tailândia e em que campo ficaram?
João Gabriel, moleque novo de 19 anos, com 10 lutas e invicto, Felipe Santana e Ricardo Paes e Bruno Onório já foram lá e lutaram no Max Muaythai. Fizemos a preparação no camp do Mestre Pairojnoi, onde fiz um curso de treinador da primeira vez que eu fui, e puxava aparador pra os thais enquanto estive lá.

Como você faz para se atualizar no esporte?
Dependendo das condições vou todo ano, ou pelo menos ano sim, ano não pra Tailândia. Além disso, sempre vamos pra seminários nas capitais, quando treinadores renomados vêm.

Quais as principais adaptações que faz do muaythai para o muaythai no MMA?
São vários aspectos, principalmente ser mais dinâmico na movimentação. A parte de clinche nós aproveitamos bastante nos treinos de grade. E também os golpes tem que ser mais rápidos, e com menos estudo. Eu aproveito não só o que sei do Muaythai, mas do Kickboxing também.

Quais as suas perspectivas e metas para seus atletas no Muaythai e no MMA?
Para o MMA, tenho a defesa de cinturão do Jafel no Shotoo, ou tentar a entrada dele no UFC. No Muaythai, estou vendo se mando o João Gabriel pra Tailandia em 2018, pra lutar no Max pelo cinturão 70 Kg, pois o promotor ficou de olho nele.

Siga Mamuth no Instagram: @mamuthssa

 

 

Copie o link desta página: https://sobremuaythai.com/U767C
Play All Replay Playlist Replay Track Shuffle Playlist Hide picture