• Precisa de ajuda ?
    Entre em contato conosco pelo email contato@acervothai.com
Blog da Japa, Camps na Tailândia (JP), Dicas da Japa

Como escolher um ginásio na Tailândia?

Copie o link desta página: https://sobremuaythai.com/ZDDN6

Oi, gente! Tudo bem?
Muitas pessoas têm me procurado para conversar sobre a Tailândia, desde planejamento financeiro até ginásios para treinar.
Acho que vou fazer alguns posts sobre isso.

Meu primeiro conselho é: pense no que você quer, o que você procura.
Parece óbvio pensar nisso, mas queria que vocês soubessem que existem diferentes tipos de ginásios e diferentes treinadores lá na Tailândia.

Lembro que enquanto rodava aquele vídeo do treinador Gae batendo com o aparador em um aluno, muitos comentavam: “Na Tailândia é assim mesmo…”.
Cara, não é. Não pense que a Tailândia é uma coisa só. É isso e mais um monte de coisa. Tira da sua cabeça também a imagem de lutadores chutando as bananeiras com suas canelas. É um país grande, cheio de riquezas, autonomia. Lá você pode encontrar de tudo, desde um ginásio no meio da rua, até grandes instalações.
Desde treinador mais duro, até treinadores preguiçosos.
Então, de novo: é necessário saber o que você procura.

DSC09981
Ginásio que encontrei no meio de uma rua em Bangkok

DSC09980

Eu treinei em Bangkok e em Koh Samui e foi muito diferente um do outro.

Em Bangkok, no Sitsongpeenong, tinham muitos tailandeses e estrangeiros treinando juntos, muitos treinadores. Acho que, no fim das contas, isso me motivava mais… em Samui o camp era menor e assim, menos gente treinando.

Em Bangkok eu fiquei alojada no ginásio, eu gostei muito da experiência, mas como o chefinho já aconselhou em um workshop do Acervo Thai: “e se você se machucar ou não puder/quiser mais treinar?, vai continuar hospedado no ginásio?” Porque saiba, você pagará adiantado.

Quando eu estava no Sitsongpeenong, estava mais longe do centro e como estava alojada lá, eu ficava no campo o dia inteiro, falando sobre muaythai o dia inteiro, respirando aquilo. Como já disse aqui, achei que poderia ficar saturada. Em compensação em Samui, estar hospedada em outro lugar e ter a praia para passar o dia era muito bom também.

Quanto aos treinos, aparentemente não tem muito segredo, né? Muaythai é repetição e treinar com tailandeses é incrível. Mas mesmo assim, eu percebi metodologias, estilos e treinos diferentes nos dois ginásios. Então talvez seja legal dar uma pesquisada nisso também: o que funciona melhor para você.
Quanto a comunicação, eu me virei bem com o inglês.

Hoje vou postar uma tradução e adaptação de um texto do Muaythai Scholar que elenca 15 tópicos para ajudar a escolher um bom ginásio para treinar.

Óbvio que são requisitos particulares, vocês podem ter outras exigências. Mas de qualquer forma, espero que ajude em algo!

# 1 Limpeza e higiene

Pode parecer besteira, mas estar num ginásio agradável com pessoas com bons hábitos de higiene é importante.

Fato é que, se você ficar doente enquanto estiver na Tailândia, você pode acabar não treinando quanto gostaria, e assim perderá tempo e dinheiro, já que o treino, provavelmente, já estará pago.

Pessoas dizendo que você treinará direito apenas em campos infestados de ratos são besteiras, não siga essa recomendação!

Procure ginásios com tatames (na matéria, eles pedem para não treinarem em lugares com pisos tipo carpetes) e não use os equipamentos da academia que já foram usados por outras pessoas.

Fairtex Pattaya Gym - Um dos ginásios mais limpos na Tailândia.
Fairtex Pattaya Gym – Um dos ginásios mais limpos na Tailândia.

# 2 Local seguro
Lesões são as piores coisas que vão acontecer em sua carreira seja como um lutador ou praticante. Se um ginásio negligencia aspectos de segurança, suas chances de precisar parar treinos devido a lesão aumentam dramaticamente.

Um exemplo são ginásios que oferecem apenas chão de concreto para treino, isso pode te prejudicar.

02 safe
Fairtex tem normas de saúde e segurança

# 3 Boa qualidade nos equipamentos

“Cuide do seu equipamento, e seu equipamento vai cuidar de você.”

A maioria dos campos de Muaythai na Tailândia tem equipamentos de alta qualidade como Boon, Twins, Fairtex, Top King e etc. Mas note em que condição estão.

Se os sacos não estão cheios para golpear melhor, ou se os aparadores estão tão velhos que acabam machucando sua perna quando você for chutar não é bom sinal.

Khongsittha muay Thai em Bangkok tem uma nova instalação, é bem conservado, tem excelentes equipamentos.
Khongsittha muay Thai em Bangkok tem uma nova instalação, é bem conservado, tem excelentes equipamentos.

# 4 Espaço adequado e acesso aos sacos de pancada

O espaço e a quantidade de sacos podem influenciar o seu treino: Ou você acaba fazendo rounds e rounds de sombra enquanto deveria estar batendo pesado no saco, ou um espaço muito pequeno pode limitar seus movimentos.

Onde eu treino em São Paulo não tem ringue, e para mim fez muita diferença treinar em um! Verifique também se o ginásio tem ringues adequados, espaço livre e muitos sacos ao redor.

Por Burapha Gym em Chon Buri - Um dos maiores campos de Muay Thai na Tailândia com muitos sacos de pancada.
Por Burapha Gym em Chon Buri – Um dos maiores campos de Muay Thai na Tailândia com muitos sacos de pancada.

 # 5 Bons treinadores 

Existem grandes treinadores na Tailândia… mas também existem alguns ruins.

Algumas das qualidades que o treinador deve ter e que podemos citar são: habilidades motivacionais, bom trabalho de aparador, vontade de ensinar novas técnicas, capacidade de corrigir e, por último mas não menos importante, um bom senso de humor.

Você vai encontrar essa pessoa pelo menos duas vezes por dia, é importante que tenha uma boa relação com ela.

Pra mim, Japa, essas características implicam na confiança que vou ter nessa pessoa.

Cada aluno é diferente e o treinador não vai acertar todas as vezes, ok. Se o cara é preguiçoso ou ruim, tente um treinador diferente. Ou você pode falar com o chefe do ginásio e dizer que você quer trabalhar com o treinador “x”.

Lanta Muaythai Gym em Koh Lanta tem grandes treinadores

# 6 Proporção aluno/treinador

Uma boa academia, segundo o site, deve ter em torno de 3 treinadores para cada aluno. Parece exagero, certo? (Pra mim parece!)

Mas isso porque você pode acabar ficando muito tempo trabalhando no saco enquanto espera a sua hora de bater aparador, e certamente não terá atenção e orientação enquanto tiver fazendo sombra, por exemplo.

Lembro que a minha primeira lição que tive na Thai foi a partir do que observaram enquanto fazia sombra. Queriam arrumar minha postura.

Evite ginásios muito “turísticos”, onde você é apenas mais um número. Se você ficar preso no saco metade da sessão,  é hora de pensar em trocar de ginásio.

Sityodtong em Pattaya tem cerca de 2 treinadores por aluno

# 7 Proporção tailandês/estrangeiro

A quantidade de thais vs a quantidade de estrangeiros também pode ser um critério de escolha de um ginásio na Tailândia. A mistura pode alterar estilo de treinamento, qualidade e atmosfera do ginásio.

A dica é que tenha os dois, meio a meio. Um ginásio que só tem tailandês pode fazer você achar que está muito aquém dos seus parceiros de treino.
Um ginásio com muitos estrangeiros, provavelmente, fará com que você tenha parceiros de treino com nível mais baixo do que teria com tailandeses, é tipo uma balança, é bom ter os dois.

O bom de treinar com tailandeses também é com certeza na hora do clinch, estrangeiro costuma não saber clinchar.

07
Por Burapha Gym em Chon Buri tem poucos estrangeiros

 # 8 Parceiros de treino de boa qualidade

O conjunto de pessoas do treino (parceiros e treinadores) deve ser bom. Seria um desperdício você ter um treinador tailandês de alto nível se você treina com pessoas ruins.

 “Ser um peixe grande num lago pequeno não é o caminho para o progresso. Mas também, ser um peixe pequeno num lago grande também não é também.”

Tendo em vista isso, também é legal treinar com pessoas que estão um pouco inferiores a você. Assim, poderá praticar habilidades que precisa aprimorar e que não consegue com lutadores melhores.
Para mim, durante minha viagem e treinos pelo mundo, ficou muito claro a importância de ter parceiros de treino de alto nível. Alguém que você olhe e te inspire, que seja uma meta para você.

No Meenayothin em Bangkok, você terá a oportunidade de treinar com superstars como Aikpracha Meenayothin, Wunheng, entre outros.
No Meenayothin em Bangkok, você terá a oportunidade de treinar com superstars como Aikpracha Meenayothin, Wunheng, entre outros.

# 9 Clinch

Na Tailândia percebi como o clinch é importante e deve ser a prioridade de treino para os estrangeiros. Como já disse, é comum que o clinch não seja o ponto forte dos estrangeiros, então faz sentido tirar o máximo de aproveitamento com quem sabe muito do assunto.
Atenção: Ginásio que não treina (muito) clinch não é um bom ginásio, especialmente para lutadores. Clinch deve ser treinado diariamente, às vezes duas vezes por dia.

09
F.A. Group Muay Thai Camp treina 60-90 minutos de clinch por dia

 # 10 Bons contatos
Quer dizer que a academia deve ter boas ligações com os promotores e outras academias a fim de conseguir boas lutas. Se você não se importa em lutar num único estádio pra toda eternidade, ou não vai lutar, não precisa se preocupar comisso. Mas se você gostaria de lutar e ir mais longe, ganhar mais dinheiro e lutar contra adversários melhores, então este atributo é vital.
Se o ginásio não tem contatos, você terá que fazer seus próprios. Pergunte a amigos, procure no Facebook. Ou mude para um ginásio que é gerido por alguém que sabe o que estão fazendo.

Sor Klinmee Gym em Pattaya envia seus combatentes para lutar em grandes estádios em Bangkok e no Japão
Sor Klinmee Gym em Pattaya envia seus combatentes para lutar em grandes estádios em Bangkok e no Japão

 # 11 Disciplina

Este tópico vai de pessoa pra pessoa. Eu, particularmente, gosto de ginásios disciplinados, quem tem uma programação e a cumpre.
Todo bom ginásio tem um treinador chefe. Se ele for preguiçoso, o treino também será.

Wech Pinyo Muaythai Gym é muito estruturado e organizado
Wech Pinyo Muaythai Gym é muito estruturado e organizado

 # 12 Tradicional
Se você vai pegar um vôo de horas para ir até a Tailândia, é bom que você  vislumbre o real de lá.
Qualquer ginásio que atende muitos estrangeiros, possivelmente, terá perdido algumas das suas formas tradicionais ou autenticidade, alguns mais, outros menos.
Ginásios tradicionais não alteram a rotina de treinamento em benefício dos estrangeiros, e o volume e intensidade serão os mesmos.

13 Coins tem o treinamento muito tradicional.
13 Coins tem o treinamento muito tradicional.

 # 13 Preços

Nos últimos anos, os campos de Muaythai na Tailândia começaram a aumentar seus preços para estrangeiros. Pesquise bastante.

Se você ficar mais de um mês, alugue o seu próprio quarto e coma em restaurantes fora do ginásio para tentar economizar. Além disso, tente negociar um desconto. Sempre fazem um preço menor para uma longa estadia.

Meenayothin Gym em Bangkok tem grandes ofertas de pacotes.
Meenayothin Gym em Bangkok tem grandes ofertas de pacotes.

 # 14 Igualdade nos treinos

Não é raro encontrar campos que favorecem os tailandeses sobre estrangeiros. Este pode ser um dos problemas em alguns desse ginásios “tradicionais”.
Você não vai receber o mesmo treinamento que eles fazem; os treinadores não vão gastar tanto tempo com você e não terão interesse em te ensinar. E em algumas academias, você não poderá treinar com os thais!

Sasiprapa Gym em Bangkok dá aos estrangeiros tanta atenção como os tailandeses
Sasiprapa Gym em Bangkok dá aos estrangeiros tanta atenção como os tailandeses

 # 15 Boa localização/ área agradável
O local onde seu ginásio está não deve ser menosprezado.
Talvez nem seja o fator mais importante, mas certamente faz toda a experiência mais agradável ou menos difícil.
Depois de treinar durante 6 horas por dia, seis dias por semana, durante meses a fio a rotina pode realmente começar a ficar pesada e você  começar a não gostar tanto do que você está fazendo.
Tente encontrar um acampamento em uma área agradável que tem um pouco de vida nele.

Como eu disse, estar afastada do centro ou na praia fazia muita diferença pra mim. Há relato de quem gostava muito da vizinhança do seu campo, mas depois de 6 meses já não aguentava mais.
Como lutador/ praticante você não vai precisar de mais como: algumas lojas nas proximidades como Seven Eleven e Tesco, lavanderia, mercado e bons restaurantes. Mas considere que algusn diferenciais podem ser importantes em muito tempo de treino.

Se você gosta mais de campo, cidade grande ou praia, deve ser considerado

No mesmo site, tem uma lista de ginásios por cidades. Seguem aqui:

Bangkok

Pattaya

Chiang Mai

Phuket

Koh Samui

Krabi

Chon Buri

Estou pensando em criar uma dessas em português com a visão de quem já passou por lá. Alguém topa me ajudar nessa, mandando o ginásio, relato e fotos?

Beijos! Até semana que vem! 😉

Copie o link desta página: https://sobremuaythai.com/ZDDN6
Play All Replay Playlist Replay Track Shuffle Playlist Hide picture