• Precisa de ajuda ?
    Entre em contato conosco pelo email contato@acervothai.com
Blog do Tigrão, Dicas do Tigrão, Muay Thai no Brasil

O que o Muaythai tem a oferecer (além da perda de peso)

Copie o link desta página: https://sobremuaythai.com/jj5mk

O Muaythai emagrece? Óbvio. Uma vez treinado como o verdadeiro esporte que é: corre, pula corda, bate saco, bate aparador e clincha, não tem como não emagrecer e tonificar os músculos. E não quero nem entrar na polêmica do Muaythai fitness.

O Muaythai é mesmo válido como defesa pessoal? Óbvio. Se uma joelhada no bucho e uma cotovelada na testa não pararem um agressor, só Jesus na causa. Os golpes são dotados de extrema eficácia quando executados dentro da técnica correta.

Se você só pular corda, também vai emagrecer :)
Se você só pular corda, também vai emagrecer

Beleza, mas do que mais é feito o Muaythai? O que ele pode oferecer além disso?

Agora sim começa a conversa: ele pode te oferecer muito mais que te ajudar a perder peso e te ensinar a se defender. Vejamos:

Muaythai é atenção contínua: quando você bate nos aparadores sob o comando do treinador ou mesmo de um parceiro de treino, é essencial que você preste atenção nos golpes solicitados, nos ataques que irá receber e nos possíveis contragolpes que poderá aplicar.

Se você não estiver totalmente presente no momento, é certo que vai levar uma manoplada na cabeça. Ou como os Thais fazem, mandam o bico do aparador no seu beiço que é pra se ligar, seu viajão.

Muaythai é repetição: um iniciante aprende a chutar desde a primeira aula, mas seu chute só vai estar razoável lá pela repetição número cinco mil (ou dez mil se você for muito burro). Para todos os golpes existe o padrão Tailandês e a metodologia de cada escola.

Cada treinador tem seu jeito especial de ensinar do jeito que acredita haver mais eficiência, mas uma coisa é certa – você irá repetir os golpes tantas vezes que irá entrar no seguinte fluxo:

Execução inicial -> Execução com mais força e velocidade -> Correção da técnica -> Execução com mais força e velocidade -> Correção da técnica -> Execução com mais força e velocidade -> Correção da técnica…

E lembre-se que não existe repetição sem disciplina. E não existe disciplina sem respeito próprio e aos outros. Logo Muaythai também é disciplina e respeito.

Muaythai é ritmo: cadência, postura e equilíbrio. Existe música nas lutas de Muaythai, e o aluno não pode ignorar isso. Cada um tem um ritmo próprio para executar as suas tarefas do dia-a-dia, e no Muaythai não é diferente.

O ritmo é utilizado para ter autocontrole nos ataques, bloqueios e contragolpes (isso é chamado de timing). É por isso que em lutas é muito falada a expressão “pegar o tempo do adversário”.

Um bom treinador irá te ensinar a observar o seu próprio ritmo, e isso por si só já é uma jornada no autoconhecimento.

Muaythai é resiliência (principalmente se você for atleta): a luta não é só sobre ganhar e perder, pois todo mundo pode ganhar e perder. A questão aqui é o que você faz com sua vitória, e principalmente com a sua derrota.

Resiliência é um termo oriundo da física, sendo uma propriedade que alguns materiais têm de serem submetidos a situações de estresse, e logo após um momento de tensão, voltarem ao normal. Um exemplo disso é um pedaço de ferro quando leva uma martelada e não apresenta deformação.

Já na Psicologia, trata-se da capacidade de o indivíduo lidar com problemas, sofrer a pressão das adversidades e ser afetado por elas, mas depois conseguir se regenerar e tirar proveito da experiência.

Resiliência psicológica qualquer esporte disponibiliza, mas quando estamos falando do esporte de combate mais traumático do mundo, a dor física certamente é um tempero especial às experiências pessoais.

Não é à toa que um dos símbolos que representa o Muaythai em diversas academias da Tailândia é um diamante lapidado. Com o tempo (milhares a milhões de anos), elevadas temperatura e pressão comprimem o carbono e outros compostos, dando à substância características de extrema rigidez e resistência.

Esse espírito de resistência é inerente a qualquer bom Nak Muay. Já lapidação é outro processo lento e meticuloso, e vem da atenção do treinador em corrigir seu aluno, assim como da própria vontade do aluno em se corrigir e melhorar.

É necessário saber o que você quer do Muaythai. Se for realmente apenas perder peso, qualquer academia com um professor desqualificado vai te proporcionar isso. Mas aí você estará sujeito a vários tipos de lesão (por falha na execução dos golpes) e também ao ridículo, quando disser que “faz” Muaythai – quando na verdade treina um “funcional com elementos distantes de Muaythai”.

Se você quiser realmente treinar esse esporte de combate simples e eficiente que eu descrevi, o verdadeiro Muaythai (e adicionalmente também perder peso), procure uma escola decente na sua cidade. Procure atletas ou pessoas conhecidas no esporte que possam te dar uma referência melhor, e seja bem vindo ao nosso mundo feliz, porque como diz o ditado, “No kick, no life” (sem chute, sem vida).

Copie o link desta página: https://sobremuaythai.com/jj5mk
Play All Replay Playlist Replay Track Shuffle Playlist Hide picture